Home » Guia Rápido HU: Veneza
Dicas de Viagem Internacionais

Guia Rápido HU: Veneza

veneza

Nosso viajante e parceiro BUENAS DICAS viajou para  Veneza , explorou os principais pontos turísticos da cidade, andou pelas ruas históricas e ainda visitou diferentes ilhas. Então, vamos falar um pouco da experiência dele, dar boas dicas e ressaltar o que vale a pena visitar nesse lugar encantador, cercado de canais e recheado de bons restaurantes. Confira!

Quando ir 

veneza_quando_ir

Melhores meses: Março, Abril, Maio, Setembro, Outubro e Novembro.

Nesses meses de primavera e outono, as temperaturas são amenas. À noite, geralmente é possível sentir o clima de montanha, o friozinho gostoso invade e a combinação perfeita é um bom vinho. Se planeja passar a  sua Lua de Mel  em Veneza, o mês mais recomendado é Maio, pois você poderá aproveitar a cidade sob a Primavera. A temperatura costuma variar entre 12 ºC e 22 ºC e o dia tem muitas horas de sol, que nasce por volta das 5h30. O pôr do sol, em maio, é só por volta de 20h30.

Se você é amante do frio e não abre mão das baixas temperaturas, viaje no auge do inverno de Veneza, nos meses: dezembro, janeiro e fevereiro.  Com temperaturas abaixo de 0º C, os rios podem até congelar nessa época. Os meses de Junho, Julho e Agosto, são totalmente ao contrário, a cidade ferve, as temperaturas estão lá nas alturas. Com o verão, a Europa vai em massa para Veneza. Se a cidade já é lotada em qualquer época, nesses meses ela fica intransitável, especialmente em Agosto.

 

Atrações imperdíveis em Veneza

Veneza é formada por 117 ilhas que formam o que podemos chamar de um grandioso museu a céu aberto. A arquitetura veneziana inspira paixões. Seus palácios, piazzas, pontes e a imensa basílica vão garantir suas melhores fotos. E não faltam passeios, por água e terra, para conhecer tudo isso . São tantas as opções, que para te ajudar, separamos as atrações imperdíveis desta bela viagem.

• Grande Canal de Veneza

Canal_veneza

O maior de todos os canais de Veneza é também o mais útil. É por ele que passam os vaporettos, os ônibus aquáticos de Veneza. Atualmente, o preço do ticket de uma viagem no Vaporetto está 7,50 euros.

Às margens do Grande Canal estão algumas das mais belas construções de Veneza, como o Palazzi Barbaro, o palácio gótico Ca’ Foscari, a Basílica de Santa Maria della Salut e a Chiesa del Santissimo Redentore. E é sobre o Grande Canal que está um dos mais famosos pontos turísticos de Veneza e próximo item da nossa lista, a Ponte de Rialto.

• Ponte de Rialto

Ponte_de_rialto

Uma ponte foi construída neste mesmo ponto do Grande Canal de Veneza pela primeira vez em 1181. Depois de queimada e destruída algumas vezes, a ponte de pedra que existe hoje foi inaugurada em 1591. Sobre ela estão dezenas de lojas de vidro artesanal de Veneza e Murano. Ao seu redor, estão muitos bares e restaurantes.

O movimento embaixo da ponte é intenso. Estima-se que 1.600 barcas, 700 táxis aquáticos e 200 gôndolas passagem por lá em um período de 10 horas. Está na nossa lista de pontes mais bonitas do mundo 

• Piazza San Marco, Basílica de San Marco e Campanário

veneza_san_marco

Três atrações em uma formam o cenário mais fotografado de Veneza. Cercada de restaurantes, impregnada de pombos e lotada de turistas, a Piazza San Marco não vive sem sua imensa basílica, e vice-versa. A torre compõe a grandiosidade do cenário.

Piazza San Marco

Sobre a praça, seu formato e tamanho atuais datam de 1177. Ela é o centro da vida urbana e cultural de Veneza e foi palco dos principais eventos históricos da República de Veneza. Além da basílica, ao seu redor estão o Palácio Ducal e o Campanário de São Marcos, uma imensa torre impossível de enquadrar nas fotos. A piazza é o ponto mais baixo de Veneza e já foi inundada algumas vezes. Melhor marcar logo sua viagem para Veneza, antes que ela desapareça de vez sob o mar.

Campanário de San Marco  (Torre Campanille di San Marco)

Se tem um lugar que vale a pena gastar um tempo em Veneza, é essa torre que fica na Piazza San Marco, ao lado da basílica. Certamente um dos melhores mirantes de Veneza. A visão, 360º, vai do Mar Adriático ao Grande Canal. Aos seus pés estará a Piazza San Marco. Se não tiver tempo de passar por todos os pontos turísticos de Veneza, a dica é subir na torre e enquadrar todos eles em uma só foto. É cobrada uma taxa de 8 euros de entrada.

Horário de funcionamento: todos os dias, das 9h45 às 19h. Dependendo da estação do ano, dá pra ver o pôr do sol lá de cima.

Basílica di San Marco

Belíssimo exemplo de arquitetura bizantina, é uma das mais famosas e importantes igrejas da Itália. Assim como quase tudo da Europa antiga, ela já foi destruída em um incêndio. A base do edifício atual data de 1063.

• Teatro La Fenice / Teatro Fênix

teatro-fenix-veneza

Lembra que falei que quase todos os monumentos da Europa já pegaram fogo? Então, esse teatro foi destruído pelo fogo duas vezes. O primeiro incêndio foi em 1836 e o segundo, avassalador e proposital, foi em 1996. Daí o nome. O trabalho de restauração e reconstrução depois do último incêndio durou 7 anos e o resultado é majestoso: o La Fenice é novamente um dos teatros mais bonitos da Europa.

Mesmo que não vá em noite de espetáculo, o teatro pode ser visitado pela taxa de 10 euros (inteira) ou 7 euros (idosos e estudantes). Abre todos os dias das 9h30 às 18h. Acompanhe agenda e horários oficiais de visitação no site oficial.

• Passeio em Murano, Burano e Torcello

murano_burano_torcello

Não deixe de visitar os arredores de Veneza,  em um passeio de apenas 4 horas é possível conhecer as três ilhas mais famosas ao redor da cidade: Burano, Murano e Torcello. O passeio de excursão pelas ilhas custa em média 20 euros.

Burano

 É uma pequena cidade ilha de 4.000 habitantes a apenas 1 km de distância de Veneza. Não tem muito o que fazer em Burano, apenas fotografar as belas casinhas coloridas à beira dos tranquilos canais. Pra quem gosta de moda, vale a pena conhecer o Museu da Renda.

Murano

É a cidade do vidro e de toda a arte que se faz com ele. O ponto turístico de Murano, muito interessante, é o Museo del Vetro (Museu do Vidro). E a principal coisa pra fazer na cidade é comprar vidros de murano. Tem peças muito baratas, como brincos e pulseiras. Mas o preço não muda muito em relação ao que é vendido em Veneza.

Torcello

Hoje uma ilha quase deserta, já foi uma cidade mais rica do que Veneza. Sua então população de 20 mil habitantes foi dizimada por uma epidemia de Malária, deixando uma cidade vazia de gente, mas cheia de história.

Transporte em Veneza

Quando se fala de transporte em Veneza, a primeira lembrança que vem à cabeça são as pontes e ruas “molhadas” da cidade. Porque numa ilha em que não circulam carros, essa é a melhor e mais barata forma de se locomover.

taxi-veneza

FICA A DICA 1: como as placas de Veneza não são bem distribuídas, a melhor forma de encontrar as atrações da cidade e depois conseguir voltar ao seu hotel, é se guiando pelo GPS do celular. Marque com estrelas seus lugares favoritos e faça o download do mapa de Veneza no seu Google Maps. Assim, você pode sair em modo avião e andar até as marcações do mapa. Sim, o GPS funciona sem sinal de operadora, em modo avião mesmo.

Se você não faz questão de economizar em Veneza, pegue o Vaporetto para circular pelo Grande Canal e pela área externa da ilha. A passagem custa 7.50 e vale por 60 minutos se continuar no mesmo sentido do canal. Uma outra opção é pegar o táxi aquático.

FICA A DICA 2: Em 26 países da Europa, é obrigatório ter seguro viagem para brasileiros. Esse acordo deu-se através de uma política de abertura de fronteiras e livre circulação de pessoas, é conhecido como o Tratado de Schengen.

Se restava alguma dúvida em viajar para Itália e conhecer de perto esse paraíso, chamado Veneza, elas acabaram! Por isso, selecionamos os melhores pacotes para te ajudar a viajar em grande estilo.

Confira o artigo completo no Buenas dicas e fique por dentro de tudo que rola nessa linda cidade. 

Veneza

Comentar

Clique aqui para comentar

Cadastre-se

Receba promoções exclusivas direto no seu e-mail.

Pacotes de Viagem Reservas de Hospedagem Destinos de Lua de Mel Orlando

HU Compartilha